CONHEÇA NOSSOS LIVROS PUBLICADOS:




SINOPSE

Apesar de existir há muito tempo, entre as mais diversas culturas, os jogos de azar até hoje seduzem milhares de pessoas através do lúdico combinado à sorte, bem como ao prazer associado às probabilidades do “ganhar”. Entretanto, a prática da jogatina pode conduzir o indivíduo a adquirir sérios problemas psíquicos e sociais, assumindo a forma de um distúrbio: o jogo patológico. A legalização de alguns jogos de azar é uma problemática que tem provocado grandes polêmicas no âmbito social e político. As alegações contra e a favor dessa atividade ainda despertam grandes discussões na sociedade brasileira. Infelizmente, o jogo patológico é um transtorno cuja problemática envolve muito mais do que prejuízos financeiros, gerando efeitos nas esferas física (depressão, ansiedade, alcoolismo, fumo), psíquica (sentimentos de culpa, tristeza, raiva, vergonha e humilhação) e sócio-familiar (desentendimentos conjugais, separações, perda do respeito, perda de amizades, perda de emprego, prática de atos ilegais, furtos, fraudes, e descrédito no meio social). Tendo em vista a relevância do tema, essa obra faz uma análise aprofundada e muito interessante sobre as consequências psicossociais decorrentes desse transtorno, onde a autora mostra como essa problemática afeta os vínculos familiares do jogador, e o impacto do transtorno no âmbito social, profissional e financeiro, tendo como referência as vivências e relatos dos próprios jogadores.

AUTORA

Sálua Omais é Mestra em Psicologia – 2007; graduada em Psicologia –2008; graduada em Direito – 2007; graduada em Odontologia – 2001. Advogada-Membro da Comissão de Assistência e Liberdade Religiosa da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/MS.