CRIATIVIDADE E INOVAÇÃO



O ato de pensar é um ato de criatividade! A criatividade envolve pensamentos, emoções, comportamentos e conceitos associados a sua visão de mundo e ao contexto socio-cultural. A criatividade nos estimula a ver, pensar, perceber, sentir e compreender aos outros e ao mundo de formas novas.

A criatividade é definida como a tendência de gerar ou reconhecer idéias, alternativas ou possibilidades que possam ser úteis na solução de problemas, na comunicação com os outros e também, como entretenimento entre nós e as outras pessoas. A criatividade também deixa como resultado um aumento de riqueza para a nossa sociedade no futuro. Quando somos criativos, sentimos que estamos vivendo mais plenamente no restante do tempo.




A criatividade também envolve a agilidade mental e a flexibilidade, pois a flexibilidade é justamente um dos fatores que mais auxilia a pessoa criativa a mudar a perspectiva sobre o problema e criar soluções para problemas diferentes, que não haviam sido pensadas antes.

O ser humano normalmente usa a criatividade quando necessita ser estimulado por algo novo, quando precisa comunicar idéias e valores de forma diferente, e, sobretudo, quando precisa resolver problemas.


Para ser criativo, você precisa visualizar as coisas de maneiras novas ou de uma perspectiva diferente. Entre outras coisas, você precisa gerar novas possibilidades ou novas alternativas. E o importante não é apenas o número de opções diferentes que as pessoas podem gerar, mas a singularidade dessas opções. A capacidade de gerar alternativas ou ver as coisas de forma única está ligado a outras qualidades mais fundamentais do pensamento, como flexibilidade, tolerância à ambiguidade ou imprevisibilidade, e ao prazer de desvendar coisas até então desconhecidas.

Mesmo aqueles que não estão em campos explicitamente criativos devem apresentar novas idéias para avançar. A maioria das coisas interessantes, importantes e humanas são resultado da criatividade. O que nos torna diferentes dos animais - nossa linguagem, valores, expressão artística, compreensão científica e tecnologia - é o resultado da engenhosidade humana, a qual é reconhecida, recompensada e transmitida através da aprendizagem.

E por que falarmos sobre esse assunto? Porque a criatividade está intimamente ligada a estados emocionais e à personalidade humana. Envolve um estado de curiosidade, pensamento aberto, humor, força de vontade, coragem, ousadia. Pessoas em um estado emocional negativo acabam tendo um pensamento mais analítico e fechado, enquanto que pessoas em um estado emocional positivo possuem pensamento mais aberto e sem julgamentos.

O medo de ser julgado, o medo de errar, de correr riscos, o perfeccionismo, a falta de autoconfiança e a baixa autoestima são alguns dos fatores que podem bloquear a criação de novas ideias e do pensamento criativo em geral. Daí a importância de se desenvolver a inteligência emocional e eliminar as "travas" internas, já que a emoção e cognição trabalham de maneira recíproca no processo de criatividade e inovação.