PSICOLOGIA POSITIVA CONHECENDO UM POUCO MAIS SOBRE ESSE NOVO CAMPO DA PSICOLOGIA

Resultado de imagem para happy

A Psicologia Positiva é um movimento recente dentro da ciência psicológica, iniciado no final dos anos 90, pelo psicólogo e ex-presidente da Associação Americana de Psicologia, Martin Seligman, e que hoje, é conhecida por muitos como a “Ciência da Felicidade”. O objetivo dessa teoria é fazer com tanto o cliente como psicólogos mudem seu enfoque da doença para os potenciais, as motivações e as capacidades humanas, enfatizando mais a busca pela felicidade humana do que o foco na doença mental.

Em primeiro lugar, essa teoria não tem nada a ver com teorias ligadas ao “pensamento positivo” ou ao simples ato de ser otimista em todas as circunstâncias cegamente, o que na verdade, são maneiras “forçadas” e de certa forma, superficial, de se obter o bem-estar. Além disso, é uma Ciência que em momento algum nega ou se propõe a extinguir eventos ou emoções negativas do ser humano, mas sim, trazer conceitos e práticas que orientam como cultivar mais emoções positivas no dia-a-dia, auxiliando o cliente profundamente a lidar e superar eventos negativos com mais facilidade de modo a causar menos impacto na sua saúde emocional e psíquica, e prevenindo a evolução para transtornos de maiores dimensões.

De acordo com Seligman, após a 1ª e 2ª Guerra Mundial, em virtude do grande número de soldados e famílias que tiveram perdas humanas, houve uma busca maior na Psicologia na Europa e na América do Norte, no sentido de curar doenças mentais diversas, associadas de maneira direta ou indireta a eventos trágicos e traumatizantes ligados a esses acontecimentos. A partir daí, o campo da Psicologia acabou se concentrando no tratamento da doença e de tudo que saía da normalidade psíquica, no sentido de fazer o paciente voltar ao estado de normalidade. Em razão disso, deixou-se de se explorar as potencialidades e forças próprias do indivíduo de modo a fazê-lo usar as qualidades que ele já possui de forma natural, mas que não sabe que tem ou de algum modo não aprendeu a explorar da forma ideal.

A Psicologia Positiva hoje se propõe a focar mais nas forças do que nas fraquezas. Busca promover mais as qualidades do viver do que reparar o que vai mal. Dessa forma, está direcionada para a identificação e compreensão das qualidades e virtudes humanas, bem como ao auxílio no sentido de que as pessoas tenham vidas mais felizes e mais produtivas. Não se trata de auto-ajuda, como alguns pensam, mas sim de uma abordagem ligada a tudo aquilo que possa tornar a vida mais plena e feliz. É uma ciência totalmente embasada em medições e pesquisas científicas, tendo assim, a característica central de ter todas suas aplicações empiricamente testadas e baseadas cientificamente, com o mesmo rigor de qualquer outra ciência tradicional, sobretudo pelo fato de a Psicologia Positiva ser um ramo de estudo da própria Psicologia, porém, com um enfoque e intervenções clínicas e práticas diferentes da psicoterapia tradicional. 

Sálua Omais é Psicóloga com Mestrado em
Psicologia da Saúde e Saúde Mental, 
Master Coach e Trainer Internacional em 
Psicologia Positiva, Neurossemântica e PNL





0 comentários:

Postar um comentário